quinta-feira, 30 de junho de 2011

Cap . 3 - A lágrima da chuva

 Capítulo anterior Como ela estava ? Como vai aquele rosto lindo ? Sinto tanto a falta dela , daquele sorriso .


# Amanda .

- Lizzy ? Você falou com ele ?
- Sim .
- E ?
- Ele me reconheceu .
- mesmo ?
- Sim , bom eu acho .
- Hm , acha ?
- Ele disse que achava que me conhecia , ai eu disse o meu nome e ele pareceu reconhecer .
- Você não falou nada de mim . Né ?
- Falei que ele se lembraria mais de você .
- Anão , Lizzy .
- Porque ?
- Eu não quero que ele saiba .
- Porque ? - ela insistiu .
- Eu não sei . - Admiti .
- Mandy , para de se esconder , você ainda o ama .
- Ele tem namorada .
- E daí ?
- Ele a ama .
- Como você sabe ?
 Nem respondi , só o olhei com cara de " eu sei e pronto " . Mas ela tinha razão , e agora de nada adiantaria .
- Corre atrás dele .
- Como ? ele nunca me reconheceria .
- Não por fora .
- Será ?
- Arrisca .
- Ah , mas eu não sei nada sobre o Justin de agora .
- O Justin de agora é o mesmo de antes .
- Como você sabe ?
- Você ainda é a mesma ?
 Sim , aquela pergunta me derrubou .
- Ele parece mais durão .
- E você mais sensível . Ah , maninha não fica assim - ela me abraçou .
- O que eu faço ?
- Vai até ele .
- Onde ?
- No hotel , o Copacabana Palace , é claro que ele está lá .
- Onde é isso ? me leva até lá .
- Amanhã , agora vai dormir .

# Justin

 Acordei e vi malas cor de rosa no quarto , não eram minhas .
- Oi amor .
- Selena ?
- Surpresa .
- O que ?
- Decidi vir .
- Porque ?
 Ela pareceu pensativa .
- Porque .. ah ,porque senti sua falta .
 Ela me abraçou .

# Amanda .

 Minha irmã me levou ao tal hotel .
- Lizzy , mas eu não sei o nº do quarto , e se eu perguntar  vão pensar que sou uma fã louca .
- Eu não pensei nisso .
- Grande plano .
- Espera ele aqui então .
- E aí ? eu saio gritando atrás dele ?
- Não né maluca .
 Ela me empurrou brincando .
- Aquele não é ele ? - segui o olhar dela , era um casal que saia do hotel . - Ele está com a Selena ? Mas ela não estava em New York ?
- Eu disse . - eu sabia que iria acontecer .
 Eu fiquei parada , sem me mexer . Pensei em sair correndo , mas não tive forças .

 # Justin

 A Selena queria ir a um restaurante almoçar , saimos do hotel , olhei em volta pra ver se não vinha nehum paparazzi ou fã , mas uma garota chamou a minha atenção , eu conhecia queles cabelos pretos , aquela forma como ela ficava com as mãos e o formato da boca , estava longe , mas era como se ela estivesse perto de mim , será que é a Mandy ?  não tinha certeza , ela estava de óculos escuros , e estava meio bronzeada , a Mandy tinha a pele bem clara .
- Justin ? - a Selena gritou e eu assustei .
- Ah , desculpa .
- Vamos ?
- Vamos .

-----------------------------------------------------

 Oi negadaaaaa , comentem que assim me dá ânimo pra escrever , kk , Beijos&Mordidas . 

terça-feira, 28 de junho de 2011

Cap. 2 - A lágrima da chuva

#Justin

 Eu estava a caminho do Brasil , sem minha mãe e sem a Selena , sozinho .
 A viagem foi tensa , mas foi rápida .
 Como sempre cheguei no aeroporto , e minhas lindas beliebers estavam lá , histericamente gritando meu nome , entrei na van e fomos direto pro hotel .

# Amanda .

 Liguei pra Bia .
Bia : Oi xuxu .
Amanda : Oi amor da minha vida , minha privada entupida .

Bia : Haha , o que me conta ?
Amanda : Vou no show do Bieber .
Bia : Espera ai .
Amanda : Tá .
Bia : Quem está falando ?
Amanda :Ah , sua chata para de graça .
Bia : É sério , está se drogando ?
Amanda : Estou , claro que não !
Bia :  Que remédio você tá tomando ?
Amanda : - bufei - Só quero saber se tem como você vim pra cá , pra gente ir junto .
Bia : Que horas ?
Amanda : Se possível , AGORA .
Bia : Ok , e quer que eu leve algum analgésico ?
 Desliguei o telefone .
- Lizzy - gritei minha irmã .
- O que ?
- Você tem um ingresso sobrando ?
- Pra quem ?
- Pra Lilly né ! - Lilly é minha cadela .
- Ah tá , pra ela eu tenho .
 Vesti um short claro , uma blusa roxo e um all-star preto .
 A Bia chegou com cara de taxo .
- Que bicho te mordeu ?
- O Eduardo .
- ?
- Ele tá saindo com a Natália .
- Iiiiih . Fica assim não boba .
- Você tem razão  - ela melhorou a cara - o que vai fazer ?
- Nada , só quero vê-lo .
- Só vê-lo ?
 A Bia era a única de minhas amigas que sabia de tudo .
- Não sei . O meu coração tá apertado .
- Duas então .
- Vamos ?
- Vamos , espera , você tem ingresso ?
- Improvisei . 
- An ?
- A Lizzy comprou dois , pra ela e pro " ficante " , ele deu bolo , e já viu né ?
- Hm .
 Eu , a Bia e a Lizzy fomos pro show , 1 hora antes de começar .
 Consegui me enturmar com as outras fãs . O show começou , não dava pra ver muita coisa , mas conseguia ouvir a voz dele .
 Um cara chamou minha irmã e a levou em direção ao palco , não entendi nada .
- Sua irmã tirou a sorte grande - a Bia disse .
- Porque ?
- Ela vai ser a OLLG .
- O que ?
- OLLG significa One Less Lonely Girl .
- E daí ?
- Olha só  - ela apontou pro palco .
 Vi minha irmã sentando em uma cadeira .
 Reconheci o refrão da música , uma vez ele tocou essas notas pra mim .

 # Justin .

 Comecei a cantar OLLG , elas são animadas ; não sei , mas eu conheço essa garota , levei as flores pra ela .
- Te conheço ? - perguntei .
- Conhece sim . - ela respondeu .
- Bom , você não é brasileira acertei ?
 Na hora que ela ia responder os dançarinos me puxaram pra dançar .
 A música acabou , voltei até ela .
- De onde eu te conheço ?
- Do Canadá .
- Sabia que conhecia esse sotaque .
- Você conhece mais a minha irmã .
- Sua irmã ?
- É ...
 Ela falou mas não deu pra ouvir .
- Como você se chama ?
- Elizabeth .
- O que ?
- Lizzy , é mais fácil .
- Conheço esse nome .
 O Scooter me chamou atenção , e tive que continuar o show , ela saiu do palco .

 # Amanda .

- O que foi aquilo ? - perguntei , quando a Lizzy voltou .
- Hoje é o dia mais feliz da minha vida , ele é lindo .
 Bufei . Não estava entendendo nada .
 O show acabou e voltamos pra casa .

# Justin .

 Depois do show fui pro hotel . Tentei lembrar quem era Lizzy . Espera ! Lizzy é irmã da Amanda . A Mandy tá no Brasil ?
 Eu lembro que a Lizzy sonhava com o Brasil e queria fazer seus 15 anos aqui no Rio .
 Mas se for ela , ela está bem diferente e minha Blue ?  - chamo a Amanda assim por causa dos olhos dela - será que ela também estava aqui ? será que não notei sua presença ?
 Como ela estava ? Como vai aquele rosto lindo ? Sinto tanto a falta dela , daquele sorriso .


segunda-feira, 27 de junho de 2011

Cap . 1 - A lágrima da chuva

# Amanda

 Justin Bieber , o tal fenômeno da música pop , aquele não era meu Jus , o garotinho por quem me apaixonei .

     Meu nome é Amanda , moro no Brasil , mas nasci no Canadá , é uma história longa ; mas que vai se desenrolando aos poucos . Quando minha irmã fez 15 anos , queria vim pro Brasil pra comemorar e acabamos ficando aqui .
  Hoje ele está com uma tal de Selena Goméz , prova de que ele me esqueceu , mas ah , nunca tivemos nada demais , me doía só de lembrar .
 - Mandy , oooooii , Mandy ? - ouvi alguém dizer , até que percebi que estava na escola .
- Oi - consegui dizer .
- Voltou pro mundo real ? - disse a Bia .
- Desculpa , eu estava ... pensando .
- Em que ? nele ?
- É .
 Depois da aula voltei pra casa, foi difícil decorar ruas e os caminhos , e principalmente o português . Mas já acostumei com isso.
Meus pais , voltaram pro Canadá ; eu e minha irmã ficamos , gostávamos daqui . Moramos em um apartamento , é pequeno mas confortável .
- Oi maninha - disse a Lizzy .
- Oi .
- Como foi ?
- O que ?
- A escola .
- Ah , foi bom ? - fiz  uma cara de " desde quando você me pergunta isso ? "
- Pensando nele de novo ?
- Não - menti - claro que não - bufei .
- Hm , finjo que acredito .
- Eu vou pro meu quarto - mudei de assunto .

# Justin .
- Filho - minha mãe me chamou .
- Fala mãe .
- Olha ... Selena , você tá aqui .
 Ela comprimentou a Selena .
- Filho , eu estava olhando umas fotos antigas e encontrei essas aqui , olha .
- Fotos de bebê ? - a Selena perguntou .
- São de escola .
- Awn , que fofo você era - disse a Selena - olha essa garota , com essas bochechas rosadinhas , suas amiguinhas são lindas - olhei pra foto , era a Amanda .
- Amiguinha ? - minha mãe disse com um tom de brincadeira - que nada , era a namoradinha dele , eram tão fofos juntos .
 Subi pro meu quarto .
- Onde você vai ? - perguntou a Selena .
- Preciso ficar sozinho - nem me virei e subi .
 Fechei a porta e fui pra janela .
Eu estava em New York e la nem sei , não sei nem se ela está viva , como ela está ,isso me machuca , ela podia estar com alguém , um namorado , não digo casada , ela odeia casamentos , desde que derrubou suco no vestido de noiva da tia dela ; sinto falta da compania dela , das brincadeiras , risadas .
- Justin , por favor me deixa entrar - disse a Selena .
 Abri a porta pra ela . Ela veio com uma cara meio triste .
- Desculpa me meter mas você sente a falta dela , né ?
- Ás vezes sim - admiti .
- Isso faz quanto tempo ?
- Eramos melhores amigos desde quando tinham 5 anos .
- Nossa .

# Amanda .

 Odiava ouvir os CD's dele .
- Lizzy , da pra abaixar essa coisa ? - gritei do meu quarto .
- Essa coisa é Justin Bieber - ela retrucou , mas abaixou .
 Meu celular tocou .
Amanda : Alô ?
Bia : Mandy , soube da notícia ?
Amanda : O Obama morreu ?
Bia : Hahahaha , muito engraçado , nada disso , o Justin Bieber , vem pro Brazil .

Amanda : Aff ... o que ? - me toquei .
Bia : Meu Deus garota ,ele não é da mafia , mas agora tenho que desligar , Beijos .
Amanda : Beijos , beijos .
 Desliguei o telefone . Era meu fim . Calma Mandy , não é o fim do mundo , 1 , 2 , 3 , respira , inspira .
- Ai meu Deus - gritei .
- O que ? - minha irmã veio com uma frigideira na mão .
- O Justin está vindo pro Brazil .
- Pensei que você estivesse morrendo .
- Estou ? - olhei pro vácuo .
- Ah , Mandy não viaja .
- Viajar ?
- Ixi , já vi tudo .
- Tudo o que ?
- Você ainda gosta dele .
- De quem ?
- Justin Bieber , Srt. Amanda . Acorda . - ela estralou os dedos . Ela voltou pra cozinha .
Eu estava pirando .
 Entrei em uns sites sobre ele , e era verdade . Pensa , pensa , pensa , o que vou fazer ? 

-----------------------
 Amores , o que estão achando da nova Fic ? COMENTEM , PLEASE . 

Prólogo : " A lágrima da chuva "


 Hoje , pra mim , ele é tudo , ele é a força da minha respiração , é a minha vida , ele disse : " Agora , nada vai nos separar , nada ."
 Pela 3ª vez , eu acreditei . Mas dessa vez seria diferente , eu sabia disso . Ele também .

sábado, 25 de junho de 2011

Selo


Indico pra ela diva lógico : http://dreamstobecounted.blogspot.com
Por enquanto é só esses , me indiquem o de vocês !!!

Sinopse 2 " A lágrima da chuva "














- Desculpa , eu errei , eu sou um idiota .
" Meu idiota " pensei .
- Por favor Mandy , me perdoa - ele segurou minha mão .
- Eu não sei se devo mais confiar em você - me afastei .

 AGUARDEM !!!!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Cap . 32

 Depois fomos pra pista de dança , dançamos praticamente a noite inteira .
 Fui pra casa com meus pais , o Justin foi pra dele junto com a Pattie , que tinha chegado depois .

 No dia seguinte ...

 Acordei com o melhor humor do mundo , minhas malas já estavam prontas , coloquei um short jeans rasgado , uma blusa xadrez verde e uma sapatilha branca ,
 Chegamos ao aeroporto , e despedimos da Camila , Jacqueline , a tia Carla , a Carol , o Jeremy e a Pattie .
Papai e mamãe e a Lu foram de avião , e eu e o Justin de particular , ele preferiu .
 Embarcamos .
- Nanda ! - ele me chamou .
Olhei pra ele .
- O Brasil é bonito ?
- Bom , o Brasil é lindo , você só tem que saber o suficiente .
- Porque ?
- Porque tem gente que quando sabe muito , enjoa .
- Tipo você ?
- É tipo eu .
 Ficamos fazendo caretas pra fotos e dormimos .

 Horas depois ...


 Chegamos no Rio .
 Fomos direto ao hotel . Ele estava olhando pela janela .
- É lindo mesmo .
- O mar , a praia ... como é bom estar de volta .
 Fizemos em pequeno passeio a praia e voltamos pro hotel . Depois do banho peguei a mão dele .
- Justin , parece ser bobagem mas eu sempre sonhei em estar assim ao seu lado - fiquei meio sem jeito - até agora eu penso que tudo isso não se passe por um sonho em que eu nunca quero acordar , e está é a melhor parte de todas , é que é real . Você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida .
 Comecei a chorar e ele me abraçou .
- Te amo mais do que você me ama .
- Tem como ? - limpei as lágrimas rindo .
- Só por eu estar aqui , sim .
 Começamos a nos beijar , ele foi deitando em cima de mim e eu sem saber o que fazer desabotoei a camisa dele , aquilo foi ficando mais quente .
 Ele tirou minha blusa , beijando meu pescoço  , eu comecei a arranhar as costas dele .
 A campainha tocou . Não deixei de rir . Coloquei minha blusa e ele foi atender .

- Quem era ? - perguntei .
- O Kenny , avisando que daqui 2 horas , tenho que estar lá no show .
- Pra que ?
- Últimos ensaios .
- Ah , 2 horas ? - mordi o lábio .
 Ele deu um risinho .
- O que fazer em 2 horas ? - ele fez cara de pensativo .
- Comer ? Comida ? - sugeri .
 Ele fez cara de decepcionado . Pulei no pescoço dele e dei beijinhos no rosto dele .
- Vamos , Bieber ? - fiz cara de gato de botas .
- Vamos , gatinha .
- Miau.
*risos *

 Aquele momento da minha vida tinha se tornado impossivelmente real , ele é tudo pra mim . Não suporto me imaginar longe dele , aquele momento parecia inacabável .
O melhor era que ele me amava , ele estava do meu lado , e eu sabia que nada ia me fazer separar dele .

                                      FIM .


----------------------------------------------
Quem gostou ???

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Nova FanFic : " A lágrima da chuva " Sinopse :


Ela era melhor amiga do Justin desde os 5 anos , eles tiveram um lindo e breve romance , mas a ironia do destino os separaram e , depois de muito tempo se reencontraram .

sábado, 18 de junho de 2011

Cap . 31

 Eu estava preparada , hoje é a minha formatura da 8 ª série , não é tão importante , mas eu teria que ir .
 O Justin iria me acompanhar mesmo não sendo da escola . A Carol será a oradora . Eu já estava pronta  e o Justin ao meu lado . Ele reservou esse dia sem shows pra ficar só comigo , mas amanhã ele volta em turnê pra América do Sul , é claro que vou com ele , e aproveitar pra visitar os familiares , e apresentar o Justin pro meu tio mais ciumento , ele me mandou emails ameaçando o Justin de brincadeira , mas nos desejou sorte .
 Eu estava com um vestido lilás até o joelho com detalhes de renda branca e um salto preto xadrez com roxo escuro .
 Minha mãe , meu pai e a Lu , estavam na sala esperando eu e o Jus descer , a tia Carla ia chegar  junto com a Camila e a Jacque .
- Você está linda - ele me disse .
- Obrigada .
 Descemos e fomos pra festa .
 A Carol vestia rosa , ela ama rosa ,  comprimentei os colegas de sala . Sentamos em uma mesa em frente ao palco de apresentações , a Carol estava nervosa ; logo depois a Carla , Camila e a Jacque chegam .
 Ela subiu no palco e começou :
- Bom , esse ano , foi um ano de descobertas . Talvez não seja a hora de descobrir o que é certo ou errado , talvez seja a hora de não se preocupar com nada ; tire um dia só pra você e no final se pergunte se você está feliz ; depois tire um dia só para as pessoas que você ame e no final se pergunte , de novo , se você está feliz , compare é mesmo o tempo de acreditar no que é real ? Talvez galera , não sabemos . O ano que vem vai ser uma nova fase , vou sentir falta de algumas pessoas especiais - ela olhou pra mim - de professores , lugares , sorrisos e de histórias . Precisamos disse , de histórias reais , fatos .Não sei muito bem o que é o amor , mas sei que ele existe , e que as pessoas sentem isso , e todo erro , tem uma primeira vez, uma nova chance  ; se você para de errar você automaticamente para de aprender . Largue tudo pra trás , mas não deixe o que realmente importa - ela olhou pro Justin e depois pra mim - Vou sentir falta de você Nanda , de suas loucuras , de suas fofuras , de sua amizade  , do seu carinho , e de seus aventuras , amiga - ela começou a chorar - você é importa pra mim .
 Todos aplaudiram , ela desceu e me abraçou .
- Você arrasou - falei .
- Sua história faz parte da minha inspiração , vou sentir sua falta .
- Eu também , sua boba .
 Nos abraçamos .
- Eu não vou ficar lá pra sempre Carol , eu vou voltar .
- Eu sei .

-----------------------------
 Amores esse cap . estava inacabado , então resolvi postar do mesmo jeito , me façam o favor de comentarem heein !!
--------------
Uai , mesmo , Minaaas ! \o

Cap. 30

* Justin

- Mãe , pega meu celular no carro ?
- Aqui .
Vi que tinha mensagem  na caixa postal . Ouvi .
" Justin , por favor me liga ou vem rapidamente pro hospital xxxxxxx agora , a Fernanda precisa de você , rápido , Carla ."
 - O que ? -  minha mãe disse preocupada .
- A Fernanda ... - falei indo pra porta . Corri pro hospital .
 Cheguei lá e procurei pela Carla , vi ela saindo de um quarto .
- Justin - ela disse assim que me viu .
- Cade ela ?
- Ta dormindo .
 Ela me mostrou o quarto e eu entrei .
- Nanda ! - me espantei quando a vi ali presa naquela cama .
 Queria poder fazer alguma coisa . A mão dela estava tão gelada e ela estava tão pálida , tão linda , fiquei a admirando como ela dormia .

 ( 2 horas depois )


* Fernanda

Acordei e percebi que não estava em casa , onde eu estava ? Um hospital ? Olhei em volta e consegui encontrar o Justin , ele estava dormindo no sofá . Não queria acordá - lo mas ele devia ir pra casa .
- Hey , Justin .
 Putz o acordei tão rápido .
- Nanda ? - ele levantou e veio até mim sonolento . -  você tá acordada ?
- Nãaaaaaaaaaaao , to dormindo ainda , não viu ? ( Muuuhaaaahááá )
- Boba . - ele me abraçou .
- O que eu to fazendo aqui ?
- Você teve um tipo de recaída .
- An ?
 Ele me explicou tudo .
- 5 segundos ?
- É , eu fiquei louco quando soube , quase te perdi , nem sei o que faria .
- Nem eu .
 Nos beijamos , ainda era doce , quente e irresistível .
- Que hora eu vou poder sair dessa cama dura ?
- Daqui a pouco .
 Nessa hora o médico entrou .
- Você está acordada !
 Olhei pro Justin e ele entendeu , é claro que eu estava .
- Já está se sentindo melhor ?
- Sim . Já posso sair ?
- Apartir de agora , quando você quiser .
- UFA . - bufei .
 Desci da cama .
- Mas ... você ,dessa vez , tem que ficar de repouso , e evitar lembranças , viu  mocinha ?
- Tá .
 O Justin me levou pra casa .

- Amor - ele disse me colocando na cama . - quer que eu durma aqui hoje ?
- Mas e sua mãe ?
- Eu liguei pra ela expliquei tudo .
 Sorri pra ele .
- Justin você vai ficar ? - minha tia entrou no quarto e perguntou .
- Vou .
 Ele dormiu ao meu lado . Estava de madrugada , eu tinha passado quase uma noite naquele hospital , e com certeza não fui pra escola no outro dia .

 Acordei e não vi ninguém no quarto .
- Bom dia princesa  - ele entrou no quarto com uma bandeja .
- Desse jeito eu vou ficar mal acostumada .
 Mais tarde ele trouxe filmes já que eu não poderia sair de casa. Argh !

- Nanda .
- Hm .
- Sabe , eu estava pensando e comparei os fatos , olha , quando você foi pro hospital eu senti uma sensação horrível .
- sério ?
- Sim .
- UAI , será que é ...
- Será não , é
- Eu te amo - eu não podia deixar de dizer isso .
- Eu te amo mais .

 4 meses depois ....


Comentem !!

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Clipe Next 2 You

Hoje foi lançado o clipe FINALIZADO de Next 2 You , Ebaaaaaa , ae já não era tempo né galera ? É lindo e perfeito . Assistam :
video

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Cap . 29

 O beijei e ele colocou o anel no meu dedo anelar ( eu tive que buscar o nome no Google suahsuashuash' ) direito . Sai dos braços dele e peguei a caixa do presente .
 - Olha , Justin , quando eu era pequena meu irmão me deu esse ursinho , na verdade ele significa muito pra mim , ele me disse que se um dia eu encontrasse alguém que eu amasse mais do que ele , era pra mim dar com todo carinho e amor que ele me deu - não contive minhas lágrimas - e eu encontrei e olha que eu já tive muitos amores , mas nada comparado a você Justin , eu te amo .
 Entreguei pra ele a minha companhia de todas as noites .
- Awn Nanda , esse é o melhor presente que eu já ganhei , eu também te amo e você tem razão em tudo , não só você mas eu também te amo mais que qualquer pessoa desse mundo pode apostar .
 Ele me abraçou me girando e me beijou , depois ficamos tocando , dançando e cantando , ele me ensinou uns passos do Michael Jackson e me levou pra casa .
 Entrei e vi tudo girar , tudo embaçado , agora eu via nada ...

 * Carla
 Cheguei  do trabalho e abri a porta , a Gum  estava no chão , corri até ela .
- Gum , Gum , acorda - balancei ela .
 Liguei urgente pra ambulância . eles chegaram em 5 minutos , pegaram ela e fomos pro hospital , liguei pro Justin mas só dava na caixa postal , deixei recado .
 Chegamos no hospital e os enfermeiros levaram ela imediatamente até o quarto , não me deixaram entrar , fiquei sentada ao lado da porta .

* Justin .

Deixei ela em casa e fui pra minha .
Ouvi som alto , vinha do quarto da minha mãe .
- Tá dando uma festa mãe ?
 Ela não ouviu , estava arrumando umas caixas no guardarroupa .

* Carla .
 Passou 2 horas e nada . Vi um médico saindo do quarto .
- Doutor .
- Sra. Black ?
- Sim , sou eu , e a Fernanda ?
- Ela já teve algum tipo de sopro ?
- Um tumor , mas já foi retirado , porque ?
- Ela já sofreu uma grande perda ?
- Sim , mas Doutor me fala logo .
- Não foi nada demais , só uma queda de pressão , ela deveria ficar de repouso depois dessa última cirurgia.
- Vem logo , doutor . - disse um enfermeiro .
 Ele entrou .

 * Médico .

- Rápido , liguem os aparelhos .
 O coração dela não dava sinal .

* Justin .
- Mãe , não to me sentindo bem .
- O que filho ?
- Estou com falta de ar .Minha cabeça , aí .

* Médico .
- Vamos lá , 1 - tentamos , mas nada - 2 , continuem  - nem sinal - 3 .
- doutor .
- Agora .

 * Justin .
- Respira fundo filho , quer que eu ligue pra ambulânica , sei lá . ?
- Não , eu aguento .
- Filho .
- Água .
 Ela me trouxe água .

* Médico
- 4 , tentem mais , ta voltando .
- Vamos lá garota resiste .
 O coração dela voltava aos poucos , mas não foi o suficiente .
- 5 .
 Todos se alegraram .

* Justin
 - Se sente melhor ?
- Maios ou menos . Sinto uma sensação péssima .
- Tem certeza de que não quer ir ao hospital ?
- Não , mãe eu to bem .
 Ela beijou minha testa .

* Carla .

 Eu estava preocupada . Só via gente de branco entrando naquele quarto .
 O médico saiu .,
- Sra . Black , tenho uma má e uma boa notícia .
- Fala logo .
- A má é que o coração dela parou de bater por 5 segundos , e a boa é que ela sobreviveu .
- O que ???????
- Fique feliz ela resistiu .
- Eu posso vê - la ?
- Agora ela está dormindo , mas já pode entrar .
 Entrei lá assim mesmo e ela estava dormindo .

 Comentem

terça-feira, 14 de junho de 2011

Melhor amiga

 Melhores amigos , agente não escolhe , eles chegam do nada , você tem um ódio mortal por eles , e eles acabam te conquistando e ele se torna a parte mais importante da sua vida . Anjos , talvez seja , um simples anjinho que conquista tudo com apenas um gesto de amizade . Cada lágrima , cada expectativa de vinda , cada pedacinho de um coração , não existe apoio melhor , do que a de um amigo , não só um amigo , mas um amigo de verdade , aquele que faz a merda com você , aquele que sempre está ali do seu lado , não importa o que seja , sempre vai ser um amigo , sempre vai ser um pedaço de nós .
A minha melhor amiga ? essa coisa aí >  
A Ana Laura , você vai fazer muuuuuuuuuuuita falta ( calma ela não morreu) kkkk , ela só saiu da escola , é claro que não é o fim do mundo , eu sei , mas é que tenho a sensação de que a nossa amizade não vai ser mais a mesma . Mas melhores amigos nunca se apagam , eu te amo Ana !

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Cap. 28

1 mês depois .


* Fernanda .


 Acordei com o  despertador avisando que já era 7:30am . Levantei .
 Vesti minha roupa de escola , arrumei meus materias e desci .
- Gum bom dia .
- Bom dia .


 O Justin me levou pra escola .
Entrei na sala e vi a Carol .
- Oi amiga - ela disse.
- Oi .
- E ai o que vai dar pra ele ?
 Eu já tinha contado sobre o Bieber pra ela .
- Não tenho a mínima .
 Ela sorriu pra mim
- O que ? - perguntei .
- Relaxa eu sei o presente perfeito
- Desembucha logo garota .


 * Justin .


 Depois que deixei ela no colégio , fui comprar um presente , afinal 1 mês .
 Fui até uma loja de jóias e comprei pra ela um anél pra oficializar de vez nosso namoro .
 reservei uma mesa especial pra nós naquele mesmo restaurante , ri só de lembrar . Já que manchei o vestido dela , entrei em uma loja e comprei um de cor lilás , era tomara que caia , com uns detalhes de brilhante , seria perfeito na pele dela .
 Logo depois fui buscá - la na escola .


* Fernanda .


Como sempre ele me pegou na escola e me levou em casa .
 Me despedi dele e fiz o que a Carol me pediu , tudo estava certo , liguei pro Justin .


( Justin ) : Amor .
( Fernanda ) : Oi amor , onde você tá ?
( Justin ) : Em casa , mas hoje quero que você venha comigo naquele restaurante .
( Fernanda ) : OK .
( Justin ) : Mas antes quero que você  faça uma coisa .
( Fernanda ) : O que ?
( Justin ) : Quero que você vista o vestido que está na porta da sua casa .
( Fernanda ) : Na porta da minha casa ?
( Justin ) : É .
 Fui até lá .
 Peguei uma caixa e abri , era lindo , lilás , tinha que ser .
( Fernanda ) : Awn , amor é lindo .
( Justin ) : Sabia que iria gostar , ás 8 ?
( Fernanda ) : Ás 8 .
( Justin ) : Beijos .
( Fernanda ) : * smach *
 Desliguei o telefone .
Como o combinado vesti a roupa e uma bota preta , estava muito frio , então coloquei um casaco beje claro na altura do vestido e desci .
 Ouvi a acampainha tocar .
- Vamos ?
- Claro , Dr . Bieber .


 Chegamos na porta do restaurante e entramos ( AVÁ saimos né ? )
 10 minutos depois jantamos .
- Jus .
- Fala amor - ele disse pegando minha mão .
- Preciso te levar em um lugar .
- Onde ?
- Surpresa .
Saimos do restaurante e disse só o endereço pra ele .
 - Tá me sequestrando ? - ele me perguntou rindo .
 - Talvez , tenho cara de vilã ?
- É ...
- Cala boca . - sai do carro .
 Estávamos em uma cabana .
 Então dei um sinal pra soltarem os fogos de artifícios , eram lindos , relembrei todos os nossos momentos , mas aquilo tudo só estava começando .
 -UAU .
Sorri pra ele .
 Mas agora eu tinha que enfrentar os meus medos , fomos pra outra sala da cabana onde estava o piano .


* Justin .
 Logo vi um piano , ela queria que eu tocasse ? Mas foi ela que sentou no banquinho . Sentei ao lado dela , vi umas partituras com cifras , eram bem fáceis e pareciam lentas .
Ela ficou séria por um instante , será alguma coisa sobre o irmão dele ? Eu sei que não foi só isso , outra coisa a incomodava , dava pra ver em seus olhos .
 Ela piscou e voltou pra realidade e começou a tocar .
 O som era tão leve e agudo e percebi que conhecia esse ritmo , era uma melodia igual ao de " Down To Earth " , ela começou a cantar .


 " Ouuh , ouuhh oooh
 Down to earth ,
 down to earth ,
 down to earth ,
On our way back down to earth,
Back down to earth . "



 E continuou algumas notas , e ela estava chorando , a abracei .
 Tirei do bolso a caixinha com o anel. 
- Quer namorar comigo ? - pedi oficialmente pra ela . Ela pareceu não entender muito , mas sorriu .


* Fernanda .
Ele estava me pedindo em namoro ? mas ... ah , era tão lindo , não deixei de sorrir .
- Sim , sim , sim , mil vezes sim - pulei  no colo dele .


 Comentem muito hein galera !!!!

sábado, 11 de junho de 2011

Cap. 27

 Aquele era o Justin ?  O que ele faz aqui ?
Me escondi atrás de uns arbustos , não queria que ele me visse .

* Justin .
 Não encontrava ela em nenhum lugar , desisti .
Fui pra praia , lá seria o lugar que poderia me animar .
 Fiquei sentindo a brisa , ela tinha razão , alivia a alma , mas não a consciência .
- FERNANDA DANIELE REED . - gritei bem alto o nome inteiro dela pro nada . - cadê você ? - falei mais baixo quase chorando - queria poder te abraçar , cadê  você ? - comecei a chorar .
 Avistei bem longe uma moça , ela vestia a mesma roupa ... era ela .
 Ela estava passando as mãos nos braços , como quem está com frio .
Começou a chover .

* Fernanda .

 Ele gritou meu nome , tive a certeza de que eu estava errada , me levantei por impulso .
 Ele me olhou , só depois notou que era eu , eu sentia tanto frio que não conseguia me mexer .
 Começou a chover .
 Ele correu até mim , eu deveria fugir ? " não " disse meu coração . Naquela hora , nada mais importava , não poderia continuar viver sem ele , se por uma discussão boba eu fiquei assim imagina se um dia discutíssemos pra valer ? eu morreria , mas não importava , ia arriscar . Ele me abraçou .
- Perdão - dissemos juntos .
 Nos beijamos .
 - Eu não queria ter mentido - olhei pra ele .
- Eu não queria ter gritado - ele chorava , me doía só de saber que era por uma burrice minha .
Ficamos abraçamos por um tempo .
Sorri pra ele .
- Você sorri , eu sorrio - ele disse e deu o mais perfeito sorriso .
 Me afastei e joguei água nele .
- É guerra ? - ele disse erguendo as sobrancelhas .
Ele me jogou também , estávamos na beira do mar e chovendo , não podia ser mais perfeito .
 Acho que ele percebeu que fiquei séria . Mas não , ele me pegou no colo e começou a me girar .
Começamos a rir , e ele me soltou .
Fomos andando pra minha casa .
- Você é louco - eu disse quando chegamos .
- Sim , eu sou , por você - ele me beijou .
Percebi a presença de alguém na casa .
- Gum .
- Tia .
 Ela estava na escada . Corri pra ela .
- Porque você ta encharcada ? - ela me perguntou olhando pro meu vestido .
 Olhei pro Justin .
- Tava ... andando na chuva - menti .
- Hm - ela pareceu não engolir a história .
- Bom , acho que vou dormir , foi um dia cansativo pra mim .
- OK.
Olhei pra ele de novo .
- Já vou . - ele disse abrindo a porta .
- Não .- corri e fechei a porta .
- Por que ?
- Você tem que tirar essa roupa molhada , vai ficar doente .
- Tá .
Subimos .
- Você ou eu primeiro ? - ele fez cara de safado - pra tomar banho .
- Você .
- Ok , fica ai .- peguei a toalha e entrei no banheiro .
Ele entrou também .
- Não pode ser nós dois ? - ele disse me beijando e me empurrando pra dentro de boxe.
- Tá mas tranca a porta , minha tia tá aqui .
- Ok .
 Tirei o vestido , mas fiquei de calcinha e sutiã , e ele de cueca .
 Tomamos banho juntos .
Ele saiu primeiro depois eu .
Nos trocamos .
- Justin.
- Fala amor .
- Lembra que te falei pra você não me deixar .?
- Perdão , mil vezes perdão , não queria ...
- Eu deixei não é culpa sua .
- Mas...
- Mas nada .
- Tudo bem já vou indo .
Fiz beicinho .
- Amanhã te pego , pra você ir pra escola .
- Tá .
Ele me beijou .
- Eu te amo - dissemos juntos .
 Descemos e acompanhei ele até o carro .
- Tcha
- Tchau - acenei .
 Ele foi .
--------------------------------
Continua .... Comentem please .

Cap. 26

*Justin

Realmente não entendi nada do que ela falou . Mas na hora que ela mostrou o Twitter , que era tipo um Fã clube , entendi tudo .
- Você mentiu pra mim .
- Me desculpe .
- Por que você mentiu ?  - falei em um tom mais alto
- Eu achei que você não ia querer conversar comigo por eu ser uma fã , normalmente elas são histéricas .
- Não importava .
- Fiquei com medo - ela olhou pra baixo .
 Eu acho que estava exagerando demais , mas ela mentiu .
- E porque não me disse depois ? - abaixei o tom de voz .
- Eu esqueci e achava que isso não importava .
- Você não pensou em como eu me sentiria ?
- Pensei , por isso mesmo , pensei que você ficaria constrangido - ela se levantou - eu acho que é esse meu problema , penso demais .
 Ela ficava andando de um lado pro outro .
- Eu não queria ter gritado com você - tentei me desculpar .
- Justin , sai .
- O que ?
- Eu quero me trocar .
 Sai eu tinha que respeitá - la , não devia ter gritado .
 " Idiota " falei pra mim mesmo .
Não demorou muito e ela saiu do quarto já vestida , e descendo rápido .
- Eu preciso ficar sozinha . - ela disse mais controlada e saiu .
 O que eu iria fazer ? eu não devia ter gritado com ela . Onde eu tava com a cabeça ?
Entrei no quarto e vi que ela tinha esquecido a bolsa . Tinha um papel quase pra fora , peguei e comecei a ler.
 Querido Justin Drew Bieber ,
 " Não sabemos o que o destino reserva pra nós , - sim nós Beliebers - porque até então , amamos você , mas cada uma te ama de uma maneira diferente não dá pra explicar o que realmente amar você , você é único , louco , você pode ser o que for , mas de todo jeito te amamos . Eu a Giselle e a Ana somos pessoas normais , um pouco retardadas , mas quem disse que isso não é normal ? " 
 Tinha umas partes engraçadas na carta , mas outras que realmente me fez chorar , até que vi a data , 01 de março de 2009 .
- Meu aniversário - disse pra mim mesmo .
Ela estava certa , fiquei mesmo constrangido , me apaixonar por uma pessoa que me conhece mais do eu mesmo . Mas ela era diferente , tinha que lutar por ela . Resolvi que tinha que conversar com ela .

* Fernanda .
 Garoto estúpido .
- Eu preciso ficar sozinha - eu disse engolindo o choro e sai .
 Sabia que isso um dia aconteceria , eu não ia conseguir esconder dele muito tempo . Ele estava certo , devia ter falado depois , era tarde demais pra voltar atrás e pedir perdão . Andei pelas ruas de Atlanta . Não sabia onde eu estava , avistei um lugar que parecia que era aquela praia . Andei até lá . Tirei meus sapatos e corri descalça pelas areias m me sentei perto da água .
 Aquela brisa , o sol , queria que ele estivesse aqui pra me abraçar . Comecei a chorar , não consegueria suportar minha dor de culpa .
 Percebi que tinha ficado tempo demais ali , me levantei .
- O que ? - disse pra mim mesma .

 -------------------------
Amores desculpa pela demora . Comentem que posto o cap . 27 ainda hoje .

quinta-feira, 9 de junho de 2011

VOLTEI

Oii bebes , meu pc ta funcionando , eeeeh \o/ ~todos pula~. haha ' , vou voltar a postar mas vocês precisam primeiro comentar , ne , eu vejo que vocês gostam mas não demonstram , please , comentem e sigam o blog . eu preciso disso assim eu fico mais animada  .

sábado, 4 de junho de 2011

Perdão

Oii galerinha ! Mil desculpas por não estar postando é que meu pc está estragado , agora estou na casa da minha tia , quando meu pc voltar eu posto um mooooooooonte , mas por enquanto preciso que vocês tenham paciência e deixem os seus twitters no comentário , que vou avisar quando voltar a postar . By : @JacqueSwag ( @BieberLooveBR )