terça-feira, 22 de novembro de 2011

Just Like The Movies ( Pizza ) Capítulo 21

 Eu não disse nada, só o abracei mais forte. Ficamos um tempo assim, até que consegui me acalmar.
- Vem cá - peguei sua mão o guiando distante da beirada - tenho uma coreografia.
 Ele riu.
- O que foi ?
- Você não precisa de coreografia.
- Bobo - ri também.
 Me concentrei e me virei. Passei uma de minhas pernas na dele e voltei ela rápido. Eu o estava usando como suporte, ele não fazia esforço, ele estava se divertindo com aquilo; mas no final, não dancei nada do que tinha preparado, pelo contrário, foi um improviso, por impulso. Sem quer tropecei e cai nele.
 Nossos rostos estavam próximos.
- Desculpa, eu tropecei.
- Não se desculpe, as pessoas erram.
 Sorri.
- Sabe...andei pensando em uma coisa - me afastei - não sei se daria certo - eu estava me afastando pra criar uma bela distância entre nós. Ele pareceu não compreender, mas continuei - não sei se consegue...-esperei o pegar desprevenido e corri em sua direção - ME PEGA ! - disse correndo mais e pulando. Ele agiu no mesmo instante e me pegou. Era como se eu estivesse voando; Justin foi bom nisso, é delicado a forma que ele segura minha cintura em equilíbrio. Ele me deixou no ar um instante e aos poucos foi me descendo e, a distância entre nós era nula. Ele tocou meu rosto e tive de beijá-lo, seus lábios encaixou nos meus, pude sentir seu hálito quente e doce. Por um momento me senti beijando um anjo, um anjo que me faz bem, que me conforta e protege. Separei nossos lábios devagar e fiquei o olhando, ele sorriu.

 Depois fomos pro carro. Ele ficou me fitando. Justin e seu lado misterioso. É incrível como ele me deixa curiosa.
- Gosta de pizza ? - ele perguntou, parando em um drive-thru.
- Sim.
 Justin pediu pizza e milk shake. Bela mistura.
- Pra onde vamos ?
 Ele não me respondeu. Me senti no vácuo, mas não me importei. Justin entrou no meu bairro, ele estava indo  pra casa de Marlie. Mas...ele não quer que vou com ele ? Claro, confiei nele.
- Se a Marlie me ver o que acontece ? - não entendi muito bem o que ele quis dizer. Justin saiu do carro e abrindo a porta pra mim, e depois pegou as coisas do carro.
- Porque tá tirando as coisas dai ?
- Não vamos comer ? - ele enrugou a testa.
- Aqui ?
- É...não posso ? - ele fez cara de triste.
- Claro que sim...é que você é maluco.
 Ele deu um sorriso malicioso.
 Entramos em casa nos portões do fundo. Segurei sua mão, o levando até meu quarto.
 Tranquei a porta e vi a expressão dele. Ele observava tudo, inclusive meu quadro de fotos, que estava na parede.
- Esse é seu pai ?
- Sim.
 Era uma foto de quando eu tinha 8 anos.
- Que coisa fofa - ele disse pra uma foto minha de bebê nu.
- Não olha - dei um "empurrãozinho" nele, ficando na frente da foto - não é legal ver uma garota nua assim.
 Ele riu.
- É um bebê.
- Não importa.
- Tudo bem - ele riu mais.
 O olhei com uma expressão negativa, ele parou. Sorri satisfeita.
 Sentamos na cama e ele abriu a pizza, aquele cheiro fez meu estômago roncar.
- Tá com fome ?
- Hm... não.
- Ok - ele pegou um pedaço e o mordeu com muita vontade. Fui pegar um e ele redicou, colocando a caixa do lado dele.
 O olhei brava. Isso fez ele rir e me fazer mais vontade.
- Justin, não tem graça.
- Claro que tem, você nem tá com fome mesmo.
 Ele mordeu outro pedaço fazendo a cara mais boa do mundo. O olhei como se não estivesse nem ai.
- Hm...delicious - ele passou a pizza perto do meu rosto, fazendo meu estômago roncar novamente.
 Ele colocou a pizza no rumo da minha boca, fui morder e ele puxou, o que o fez gargalhar. E fez de novo, tentei morder mas ele me fez morder o nada. Fiquei impaciente. A 3ª vez que ele fez isso, parti pra cima dele, tentando morder a pizza mas acabei ficando em cima dele, mordendo sua boca.
- Ai - ele reclamou.
- Nem foi tão forte assim, mas devia ter sido - sorri maliciosamente.
 Ele agarrou minha cintura me fazendo ficar mais perto dele, como se já não bastasse eu ter caído sobre ele. Justin segurou meu rosto. Nossos lábios ficaram grudados, ele foi me beijar e afastei. Ele ficou bravo e cai na risada.
- Ninguém mandou me fazer de palhaça.
 Ele sorriu, mas ficou mais bravo.
- Aw, neném tá bravinho, é ? - dei um selinho nele. E de novo ele tentou me beijar, mas afastei. A carinha que ele faz é muito fofa. Pra provocar, dei um beijo na testa, no nariz, nas bochechas, no queixo, enfim, no rosto inteiro. E por fim, fiz seus olhos fecharem e finalmente o beijei. Senti seu sorriso. A expressão brava só perde pro sorriso dele. Dessa vez o beijo era caloroso e parecia que aquilo não era o suficiente. Ele passava suas mãos em minhas costas e equilibrando o peso do meu corpo, ficando sobre mim. O beijo não tinha fim, ficava mais quente a cada instante. Ele parecia me sufocar, mas nada disso importa, só de estar com ele é o suficiente.
 Cada vez mais ele subia minha blusa.
 Mordi o lábio dele novamente. Ele não reclamou. Então fiz de novo. Dei vários beijinhos em seu rosto, e ele beijou meu pescoço, me fazendo arrepiar e rir. Voltamos a nos beijar...e ouvi alguém bater na porta. Nós dois olhamos pra lá.
- Melanie, você tá ai ? - era a voz de Marlie.
- Droga - sussurrei, me levantando, meio tonta.
- O que eu faço ? - ele também sussurrou.
- Vai pra debaixo da cama.
- O que...
- Rápido.
- Melanie !
- Já vou Marlie, estou trocando de roupa.
 Ajeitei a cama e minha roupa. Abri a porta e Marlie me olhou curiosa.
_______________________________________________
PERDÃO POR NÃO ESTAR POSTANDO DIREITO. Eu to organizando vários encontros de fãs na minha cidade, mas vou fazer o possível em estar postando sempre. Obrigada leitoras lindas e GATCHEENHAS. AMO VOCÊS !!  ♥

DIVULGANDO → www.justbelieve9.blogspot.com

6 comentários:

FanFictions - Brenda disse...

HAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AMEI ESSE CAPÍTULO VEII,CONTINUAAAAAAAA!

ㅤㅤㅤmellany . disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ㅤㅤㅤmellany . disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA !
AMEI , AMEI , AMEI s2
SUPER PERFEITO ESSE CAPÍTULO !

Anônimo disse...

CONTINUA !

Beatriz disse...

CONTINUA LINNNNDA <3

- Swag From Canadá disse...

Continua *-*