terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

O Diário de Elizabeth - Capítulo 3

 Depois do momento mais estranho da minha vida, voltei pro meu quarto e fiquei por lá, até eles irem embora. Logo olhei pela janela e os vi saindo da casa. Justin deu uma rápida olhada pra mim e me escondi.
Onde eu morava, os garotos eram de classe média alta e eram sempre educados. Papai tinha me arranjado um namorado. É o tipo de namorado que toda garota queria ter, e nunca gostei dele. Mas Justin...Justin é diferente em todos os aspectos. Ele é...lindo. Não. Ele é mal educado e estranho.
Fiquei irritada comigo mesma, tentando não pensar nele. Depois de um banho, peguei o diário. Isso iria me ocupar, então resolvi ler desde o começo.

“05 de fevereiro de 1937
O primeiro dia na escola nova. Uma multidão de alunos em volta das listas da classe. Tentei não me misturar, esperei pra que não tivesse ninguém.
Ouvi gritos de garotas de fora da escola. Todos fora ver o que era, menos eu, é claro.
Depois que soube onde era minha sala, vi uma garota ruiva e alta com os cabelos bagunçados e a cara vermelha marcada. Ela parecia brava. Logo atrás, veio uma garota com o nariz sangrando sendo puxada por um garoto. Devo achar normal briga no primeiro dia de aula ?
Quando entrei na sala, várias pessoas vieram na minha direção.
Eles só queriam saber meu nome. Conheci Ash, Marie, Brian e Nolan. Eles são legais, me mostraram a escola e os outros alunos da sala. Nesse mesmo dia esbarrei em Josué - segundo Ash-,um garoto um pouco mais do que eu. Ele tinha cabelos e olhos escuros, sua pele é totalmente bronzeada e seu sorriso é lindo. Fiquei o resto do dia pensando nele.”
Isso foi a primeira coisa que Elizabeth escreveu nesse diário. Nada tão terrível.

No outro dia, decidi andar melhor pela casa. Hoje é um dia de calor, então meu pai resolveu chamar Jeremy para ajudá-lo com a piscina. Não vi o tal Justin por ali. Charlie estava em seu quarto e mamãe na cozinha.
Decidi entrar no único banheiro da casa que não estava em um quarto. Assim que entrei ouvi o som da descarga e...
- AI MEU DEUS – tapei os olhos.
- Parece que não sou só eu que entra sem bater na porta – ele disse fechando o zíper da calça.
- O que....o que tá fazendo aqui ? – dei uma espiada pra ver se ele já estava vestido.
- Necessidades ?
- Você não tem casa ?
- Na verdade tenho, mas gosto dessa.
- Acontece que aqui não é a sua casa.
- Claro que é.
- Como assim ?
Ele riu.
- Do que tá rindo ?
Ele riu mais.
- Idiota – sai de lá batendo o pé.

Fui em direção ao meu pai que estava fora da casa.
- Pai – o chamei – precisamos ter uma conversa.
- Pode falar.
- A sós – olhei pro Jeremy.
- Tudo bem – Jeremy saiu.
- Fala.
- Porque aquele garoto fica lá em casa ?
- Que garoto ?
- O Justin – falei o nome dele com raiva.
- O que ele te fez ?
- Tudo, pai. Não quero ele mais aqui.
- Não posso fazer isso.
- Porque ?
- Ele é filho de Jeremy, e Jeremy mora a muito tempo aqui, não posso fazer isso.
Abaixei a cabeça.
- Dê uma chance a ele.
- C-como assim ?
- Você devia o conhecer melhor.
- Devia ?
- Vocês seriam ótimos amigos.
 Amigos, claro.
_________________________________________________
HÁ HÁ. aaai esse Justin. O que acham que a Milena deve fazer agora ? o.O COMENTEM colegas !!!

2 comentários:

@BiebsMarido disse...

Continua logo, acho que eu deveria colocar ele na parede e perguntar: ''qual é a sua gostosão''? Ia ser bom.

Nauara,Jackeline e Rafaela disse...

RÁ ..se eu encontrasse o Justin no banheiro...eu ia chamar as Beliebers,LÓGICO!! shaushauhsuahsu'
Ta muito perfeito amiga,continuaaaaa!